RDN

Resíduos do Nordeste, EIM

Residuos do Nordeste no Twitter Residuos do Nordeste no YouTube Residuos do Nordeste no Facebook
Valorcomp Unidade Tratamento Mecânico e Biológico Óleos Alimentares Usados Valor Douro Roadshow de sensibilização ambiental InovaRural Nordeste 21 Ecological Footprint A Resíduos do Nordeste, EIM é sócia fundadora da EGSRA - Associação de Empresas Gestoras de Sistemas de Resíduos
Página inicial Contactos Imprimir Mapa do sítio

Valor Douro

Valor Douro

Nota ValorDouro
Spot de rádio
Folheto Valor Douro
Galeria fotográfica

Associado, em grande escala, aos problemas de gestão dos resíduos de construção e demolição (RCD) a Resíduos do Nordeste, EIM, apresentou, em abril de 2009, uma candidatura no âmbito do Programa Operacional Regional do Norte 2007-2013, Turismo Douro – Infraestrutural, tendo por base os objetivos subjacentes ao Plano de Desenvolvimento Turístico do Vale do Douro para a preservação do património ambiental e desenvolvimento rural e local.

A ação consiste numa operação de limpeza de depósitos clandestinos de resíduos perigosos e não perigosos (urbanos, indiferenciados, de construção, de demolição, utensílios domésticos fora de uso, veículos em fim de vida) ao longo das vias de comunicação, nas linhas de água, zonas de talude, e outras áreas da Região do Douro que são utilizadas para esse efeito, pelo que se pretende corrigir intrusões e/ ou disfunções paisagísticas que constituem "manchas" na paisagem excecional do Vale do Douro decorrentes, nomeadamente, da deposição clandestina de resíduos sólidos.

A candidatura foi aprovada em setembro de 2010, com um custo total elegível de 270.555,61 € e comparticipada pelo FEDER em 85%, num montante de 229.972,27 €.

Este projeto destina-se aos visitantes e a toda a população da Região do Douro, com destaque para os empresários e comunidade local que contribuem para a existência de depósitos clandestinos de resíduos.

Objetivos específicos do Projeto:

  • - Remover os resíduos depositados no meio ambiente;
  • - Recuperar áreas críticas onde não é possível atribuir responsabilidades, e que afastam turistas e potenciais investidores nesta região;
  • - Assegurar uma estratégia integrada para a gestão de todo o tipo de resíduos abandonados na região do Douro;
  • - Melhorar a qualidade ambiental da Região de forma a valorizar e tornar mais atrativas as suas paisagens únicas;
  • - Contribuir para a criação de uma rota de turismo ecologicamente sustentável no longo prazo e economicamente viável para a população residente na região.
Prevenção da Produção de Resíduos Urbanos

Âmbito, duração temporal e geográfica:

No âmbito territorial estabelecido no Plano de Desenvolvimento Turístico do Vale do Douro e coincidente com a área geográfica de atuação da Resíduos do Nordeste, EIM, estão os seguintes concelhos: Carrazeda de Ansiães, Freixo de Espada à Cinta, Mogadouro, Vila Flor e Vila Nova de Foz Côa.

O projeto, cuja "Sessão Pública de Apresentação e de Assinatura do Contrato de Financiamento" decorreu no dia 26 de novembro de 2010, em Carrazeda de Ansiães, teve uma duração de 18 meses.

O trabalho desenvolvido no âmbito do “Estudo prévio para levantamento e inventariação de depósitos clandestinos” consistiu em caraterizar e identificar em cada município os locais alvo de intervenção.

Cada local foi caraterizado através de uma “ficha de identificação de dissonâncias” com o objetivo de identificar o local, o grau de dificuldade de acesso, a quantidade e o tipo de resíduos depositados clandestinamente nesse local.

No total dos cinco concelhos foram intervencionados 64 Locais: Carrazeda de Ansiães foi o Município com mais dissonância identificadas, 22; em Freixo de Espada à Cinta apenas uma, em Mogadouro 9, em Vila Flor 17 e em Vila Nova de Foz Côa 15. No total foram recolhidas cerca de 200 toneladas de resíduos, que tiveram como destino a reciclagem e a eliminação em aterro.

Relativamente aos resíduos de construção foram movimentados e triados aproximadamente 1500 m3.

Tratou-se de uma ação importantíssima em termos de preservação da paisagem, importa agora que as ações de sensibilização sejam eficazes para que as ações de deposição clandestina não se repitam.

Parcerias cooperantes:

Para a avaliação do mérito da candidatura em muito contribuíram as parcerias estabelecidas com as seguintes entidades: Amb3E - Associação Portuguesa de Gestão de Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos; Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte; QUERCUS - Associação Nacional de Conservação da Natureza; Sociedade Ponto Verde; Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e VALORCAR – Sociedade de Gestão de Veículos em Fim de Vida, Lda., as quais contribuíram também para o desenvolvimento dos objetivos mencionados anteriormente e para o sucesso do projeto.


Vídeo: https://youtu.be/9_4xaq0xqGo




ON2 - O novo norte QREN - Quadro de Referência Estratégico Nacional União Europeia - Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional



© 2018 Resíduos do Nordeste, EIM. Todos os direitos reservados.

Esta página foi imprimida a partir do endereço web: http://www.residuosdonordeste.pt/valorDouro/